Pastores Inconfidentes

Bruno Oliveira  »   abril 2022

(Os tagarelas que não sabem guardar segredo)

“O que anda tagarelando revela o segredo (…)” Pv. 20.19a

Como é bom ser ouvido com atenção, empatia e amor! Como é bom ter com quem desabafar nossos medos, anseios, sonhos e pecados, sabendo que; nunca seremos humilhados, expostos publicamente ou ridicularizados! É realmente maravilhoso ter a confiança de alguém mais sábio e experiente! E, logo depois ainda receber sábios conselhos bíblicos que, além de conforto, nos auxiliarão a nortear futuras e importantes decisões!

“Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.” Pv. 11.4

Graças a Deus, pastores são anjos de Deus que nos servem como conselheiros bíblicos! O aconselhamento bíblico personalíssimo e confidencial, por exemplo, compõe um dos vários ofícios desempenhados pelo pastor da igreja local. É algo imprescindível e vital para a saúde do rebanho de Deus!

É durante o aconselhamento que, o pastor tem a oportunidade de ouvir e conhecer melhor o aconselhado. Assim, poderá ajudá-lo de forma específica (direcionada) diante de sua eventual necessidade ou inquietação da alma.

Diferentemente de um psicólogo, psicanalista ou terapeuta comportamental, o pastor não cobra pelos serviços prestados e se dispõe a aconselhar, quando necessário, fora do horário comercial. Inclusive, prestando aconselhamento a terceiros, isto é, às pessoas que normalmente não frequentam a igreja. Quem mais faria isso?

Bom, até aqui, são apenas elogios e tudo parece perfeito! Até descobrirmos que, infelizmente alguns pastores são tagarelas, não sabem guardar segredo e estão absolutamente despreparados para aconselharem biblicamente!

“O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto. ” Pv.11.13

É exatamente aí que mora o perigo pois, o pastor despreparado e que não tem o controle da língua acaba prejudicando ainda mais o aconselhado, deixando-o envergonhado, humilhado e com sua confiança traída! E, como se não bastasse, logo se vê julgado pela igreja em razão dos comentários e impropérios vindos de um púlpito áspero e sem misericórdia!

Tudo piora quando, além disso, o pastor decide desabafar com sua própria esposa que, também tagarela (fofoqueira), espalha a notícia para todo o mundo como se estivesse fazendo o bem, “ajudando” o próximo com seus “pedidos de oração”! Quanta hipocrisia e inconveniência!

Por isso, meus caros e amigos pastores, para que não sejamos motivos de escândalo dentre o povo de Deus e mal falados pelos de fora, saibamos guardar segredo, ou seja, a darmos confidencialidade aos nossos aconselhados, a exortá-los com amor e firmeza! Admoestando aos homens mais velhos com respeito, como se fossem nossos pais; às mulheres idosas como se fossem nossas próprias mães; aos rapazes como se fossem nossos irmãos de sangue e; às moças, com toda a pureza, também como se fossem nossas irmãs de sangue! (Vide: I Tm. 5.1-2)

Tudo o que fizermos agora repercutirá no futuro do nosso ministério! Se formos bons conselheiros hoje, seremos procurados, bem vistos, admirados e respeitados amanhã! Honraremos o nome de Cristo, ajudaremos muitas pessoas e representaremos nosso Salvador aqui na Terra com amor, diligência e sabedoria!

Do fundo do meu coração, desejo sucesso a todos os conselheiros de Deus!

4 respostas para “Pastores Inconfidentes”

  1. Pr. Josiel Lima disse:

    Amém pastor Bruno, Deus nos ajude!

  2. Amém meu amigo irmão PASTOR Bruno .

    • Bruno Oliveira disse:

      Amém, Pr. Josiel!
      Obrigado por tomar parte do seu tempo para ler e comentar minhas publicações! Como sou novo aqui no Jornal de Apoio, confesso que, sua atitude tem me encorajado muito! Obrigado!

    • Bruno Oliveira disse:

      Ir. Valdir, meu verdadeiro amigo!
      Que bênção tê-lo por aqui, no Jornal de Apoio!
      Fortíssimo abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.