Não gostam da Bíblia

José Infante  »   dezembro 2021

Em muitas igrejas, no 2º domingo de dezembro, é comemorado o Dia da Bíblia.  Na verdade, para os salvos, todos os dias são da Bíblia. Ela norteia nossa caminhada cristã. É nossa regra de fé e conduta. 

É visível, em tempos do fim, o crescimento do ódio contra as Escrituras. E vem de várias partes da sociedade, seja da arte, ensino ou de outros meios intelectuais, a Bíblia é tida como “ofensa ao princípio da laicidade estatal, da liberdade religiosa etc”! Já se ouve que há planos para tirá-la de circulação. Não me espanto, pois não gostam dela (Jr 6.10).

Sabiamente alguém disse: Bíblias não são incentivadas nas escolas, mas são incentivadas nas prisões. Se as crianças tivessem incentivo para lê-la nas escolas, elas poderiam não precisar lê-la na prisão (autor desconhecido).

E por que tanta rejeição a Palavra? Tão somente porque é o “único livro que lê o homem. ” Mostram a realidade do que o homem é: mau, rebelde e pecador perdido!

Diante disso, elenco alguns desastres da insensatez gerados pela rejeição às Escrituras:

1. Sem Bíblia, o homem vive em trevas. Seja na mansão ou no casebre sem a Palavra tudo é “correr atrás do vento”! Sem a Bíblia o homem – do mestrado ao iletrado – caminha em trevas e nem sabe em que tropeça (Sl 119.105; Pv 4.19).

2. Sem Bíblia, a insensatez domina. Sem as Escrituras o homem vagueia dominado pela loucura espiritual – credita o absurdo do evolucionismo e nega a visível manifestação da glória de Deus. Tal resistência à verdade é exposta por Paulo apóstolo: Sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto a fé… porque a todos será manifesto o seu desvario (2 Tm 3.8,9).

3. Sem Bíblia, abismo chama abismo! A vida é marcada por muitos erros que deixaram sequelas dolorosas. Traição e Infidelidade. Vícios. Negócios ilícitos. “Balança enganosa”. Falso testemunho. Egoísmo. Furtos e furtinhos. Arrogância. Ciúmes. Homicídios. Dissensões e etc., causaram quedas e tragédias por falta das Escrituras! Atraídos por “caminhos que parecem bons, mas são “caminhos de morte” – os homens vivem de abismo em abismo. Jesus disse: Errais não conhecendo as Escrituras (Mt 22.29)!

4. Sem Bíblia, o homem é navio sem leme! Paulo apóstolo bem definiu o homem sem “lâmpada para os pés e sem luz para o caminho” dizendo: cheios de toda a iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídios, contenda, engano, malignidade, murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males (pecados), desobedientes aos pais e mães; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis; sem misericórdia…(que são dignos de morte os que tais coisas praticam)… E assim, vão de mal a pior (Rm 1.29-32; 2 Tm 3.13) .

5. Sem Bíblia, a sem-vergonhice impera. Eles não sabem o que é ter vergonha, pois rejeitaram o caminho estreito dizendo: Não andaremos nele. Alertados à darem crédito à pregação, cerraram os ouvidos dizendo: Não escutaremos (Jr 6.15-17). E assim caminha a humanidade totalmente sem rumo, perdida, corroída por um cancro cuja metástase da rebeldia, corrupção, maldade e sem-vergonhice é o doloroso saldo da rejeição à Verdade, pois a Palavra de Deus é coisa vergonhosa aos homens, e não gostam dela (Jr 6.10).

A Bíblia e a Oração formam o combustível da vida cristã!  A. W. Tozer ilustra corretamente a necessidade deste binômio no relacionamento com Deus: “Eu me recordo de um homem a quem foi perguntado; O que é mais importante, ler a Bíblia ou Orar?

Ele respondeu: ‘O que é mais importante para um pássaro, a asa da direita ou a asa da esquerda’?

Somente os salvos amam a Bíblia.! Só eles fazem coro à voz do salmista: Oh! Quanto amo a tua Palavra! É a minha meditação em todo o dia (Sl 119.97). Quão grande bem-aventurança tem os que amam a Palavra de Deus (Selá).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *