Intercessão – DNA cristão!

Edgar Donato  »   janeiro 2022

“Orem uns pelos outros” – Tg 5.16

Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a sua causa, como se fosse a sua própria. É estar entre Deus e os homens, a favor destes, tomando seu lugar e sentindo sua necessidade de tal maneira que luta em oração em busca de um alinhamento com a vontade de Deus!

Interceder significa ser a ponte entre duas pessoas, se chegando diante de uma para pedir algo a favor do outro. Quando intercedemos por alguém, nos tornamos como mediadores dessa pessoa. A pessoa se coloca na brecha entre o outro e Deus.

Deus é soberano e faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, mas em sua soberania, escolheu agir em resposta às orações do seu povo.

Uma dura realidade do nosso século é o esfriamento do amor. O individualismo, a indiferença, “o cada um por si”, o “não me incomode.”  O que tá pegando é o narcisismo, quantos likes eu tenho nas minhas publicações…   Infelizmente o amor dos cristãos também está se esfriando.

“Muitos vivem superficialmente, gostam de suas famílias, mas não assumem responsabilidade espiritual.  Não investem em oração, são superficiais como membro de igreja. Se contentam em frequentar, mas não aprenderam a carregar um peso espiritual. Apenas mencionam a igreja em suas orações.” Wesley L. Dwell – p. 55 – Avalie sua Vida.

Já aconteceu de uma pessoa querida sua, internada, fazer uma cirurgia e você se importa com ela? Tem gente que está sem condições de orar, com dor, cabeça atordoada…  Dói em você e te leva a clamar a Deus?   A dor e a experiência do outro se tornam suas? Como na parábola do paralítico. É se importar tanto que você vai fazer de tudo para levar a pessoa a estar perto de Jesus.  Você é alguém assim que leva a causa da pessoa, ou a pessoa até Jesus? Tem a ver com o coração. Você se importa? Você ama a ponto de parar de pensar em você e pensar no próximo? Intercessão é abrir mão de interesses particulares…

Orar por nossas necessidades é muito fácil. Orar pelas necessidades dos outros é aprendizagem prática. Devemos orar pelos outros com o mesmo fervor com que oramos por nós mesmos, pois somos membros uns dos outros. É um ato de amor, de se importar. De que não focar só nos meus interesses.

Todo cristão é chamado para interceder por seus irmãos e pelo mundo, participando na obra de Deus de transformação de vidas. Quem intercede procura o bem do outro.

É um serviço sacerdotal! Todos os cristãos têm livre acesso a Deus! Não é uma atividade apenas para alguns “especiais”.  Esse é um daqueles assuntos que todos nós podemos melhorar!

Interceder é mais do que buscar um objetivo, é um relacionamento de amizade com o Senhor. A oração nos oferece o privilégio do companheirismo direto, livre e pessoal com o Senhor do Universo. Ele não teve a intenção de tornar a oração uma responsabilidade pesada, mas um meio de tornar mais leves todas as nossas responsabilidades.

“A oração não é um peso, da mesma forma que as asas não são um peso para o pássaro, ou o avião.” Warren e Ruth Myers

“Intercessão é lutar por pessoas e pelo propósito de Deus na humanidade. É a oportunidade que Deus nos dá de participar daquilo que Ele está fazendo” Fabio Coelho

É um privilégio porque deixamos de ser expectadores, mas participantes do que Deus está fazendo. Sua oração sincera pode expandir a sua vida além de quaisquer limites que você pode imaginar.

O maior dos intercessores foi o Senhor Jesus. Por causa do pecado, nós ficamos separados de Deus e merecemos ser castigados. Jesus veio para nos salvar. Com sua morte na cruz e sua ressurreição, Jesus se tornou a ponte entre nós e Deus. Agora, graças à intercessão de Jesus, nosso Advogado, quem crê nele recebe o perdão de seus pecados e pode se aproximar de Deus sem medo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *