Eu não vi Cristo em ti

Selma Agnesini  »   abril 2022

“Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens. Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração”.  (2 Coríntios 3.2,3).

Li a respeito de um pastor que certo dia passou por uma série de problemas, antes de sair para seu escritório na igreja. Ele teve de preparar o café da manhã para os filhos porque sua esposa cortara a mão. Ele queimou algumas torradas e derrubou um copo de leite no chão. Foi se barbear e se cortou e ao sair descobriu que um pneu do carro estava murcho. Saiu de casa com um mau humor daqueles. Corria muito e foi parado pelo guarda que, antes que dissesse alguma coisa, ouviu do pastor: “Vai logo passando a multa. Depois de tudo que já me aconteceu hoje, essa foi a gota d’água”. Foi aí que ele ouviu o guarda dizer calmamente: “Senhor, eu costumava agir assim antes de receber a Jesus como meu Salvador”. Envergonhado o pastor sentiu-se obrigado a lhe dizer que também era um cristão e que naquele momento ninguém seria capaz de ver Cristo nele.

Ao longo dos anos tivemos um grande avanço científico e tecnológico, mas não crescemos nem um milímetro na área emocional, pelo contrário regredimos. Muitos estão empanturrados de conhecimento e morrendo de fome espiritual. Como Maria de Betânia deveríamos sentar aos pés de Cristo e dizer: Senhor, eu tenho fome e Tu és o pão. Deixa-me ficar aqui aos Teus pés. Deixa que as pessoas vejam o Senhor em mim.

Todos conhecemos pessoas, ou talvez nós mesmos, que sabem muito bem como os outros deveriam agir e facilmente apontam os defeitos alheios. O que não conseguem enxergar é que com essa atitude condenam a si mesmas porque em seu próprio coração abrigam estes mesmos defeitos.

Em Romanos 2.16 lemos que chegará o dia em que Deus julgará os segredos dos homens: ”No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho”. Graças a Deus há o outro lado dessa questão. Há o juízo de Deus, mas há também a misericórdia de Deus. Salvos pela Graça, por meio da fé. Dom de Deus em Cristo Jesus.

Há pessoas vivendo de farelos tendo o Pão da Vida ao seu dispor. Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. “Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão. E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede”. João 6.33-35

Irmãs, o seu saber, o seu ter e o seu fazer não satisfarão a fome da sua alma. Só o Senhor Jesus Cristo mata a sua fome, muda sua atitude, e lhe faz crescer em santidade. Não precisamos de reformas e sim de transformação. “Pelos seus frutos os conhecereis” Mat. 7.16

Pense nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.