Deus apaga tudo

José Infante  »   junho 2022

Aprontei muito na minha vida “religiosa”. Fiz coisas que hoje me entristecem, pois agora “velho e de cabelos brancos” tenho consciência da imaturidade e carnalidade que entristeceram o Espírito. Abraão, Davi, Pedro e outros tiveram (todos nós temos) o seu dia de chorar amargamente. Está escrito: Quem pode entender os seus erros? Expurga-me dos que me são ocultos (Sl 19:12).

O anseio por crescer na graça e conhecimento do Senhor, nos move a clamarmos por uma limpeza no profundo do nosso imo. Queremos confissão para alcançarmos misericórdia. Dentre muitas, três bênçãos serão imediatas:

1. Certeza da Brevidade da Vida. Vejo no Salmo 39 a grande bênção da velhice: Faze-me conhecer, Senhor, o meu fim, e qual a soma dos meus dias, para que eu reconheça a minha fragilidade… à tua presença o prazo da minha vida é nada. Na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é pura vaidade. E eu, Senhor, que espero? Tu és a minha esperança. Livra-me de todas as minhas iniquidades (Sl 39:4-8).

Não resta dúvida que tal visão nos move a dobrarmos os joelhos e rogarmos aos Céus: Não te lembres dos meus pecados da mocidade, nem das minhas transgressões. Lembra-te de mim, segundo a tua misericórdia, por causa da tua bondade, ó Senhor (Sl 25:7).

Certamente a visão da brevidade da vida proporciona aos salvos a oportunidade de uma libertação do passado; alegria no presente e expectativa no futuro glorioso!

2. Certeza do Perdão. Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto… confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá) (Pense Nisso) (Sl 32:1,5).

Um clamor sincero por um expurgo, certamente trará à tona pecados do passado, tais como: imoralidade, autoglorificação, vaidade, ofensas, ciúmes, invejas, palavras torpes, farisaísmo, orgulho e pecados outros que jazem no secreto do âmago. Feita a limpeza pelo Espírito Santo, confessaremos e alcançaremos misericórdia –  alegria em Cristo pela purificação de todo o (nosso) pecado (1a Jo 1:7).

3. Certeza que Deus Apagou. Davi pediu que Deus não se lembrasse dos seus pecados da juventude. Eu vou mais além; peço que não se lembre dos pecados da minha infância, pré-adolescência, adolescência, mocidade e velhice. A bênção maravilhosa do perdão divino é que Deus esquece a transgressão confessada e abandonada. Ele disse:

Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro. Porque serei misericordioso para com suas iniquidades. E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais (Is 43:25; Hb 8:12).

Sim,Deus apaga tudo. O expurgo é preciso à vida digna de um salvo. Confissão de um coração arrependido e abandono do que foi confessado é certeza de misericórdia (Pv 28:13). 

Ora, Deus apagou tudo, logo, não tornarei a pescar o que Deus lançou nas profundezas do mar (Mq 7:19)!

Grato, Senhor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.