Cristão sem visão?

Paulo Arruda  »   novembro 2021

“Pois eles mesmos, no tocante a nós, proclamam que repercussão teve o nosso ingresso no vosso meio, e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura. ”  (1 Ts 1.9,10)

Casamento sem sexo; veículo sem combustível; trabalhador sem salário; piscina sem água; celular sem crédito; livro sem palavras; caneta sem tinta; jardim sem flores; prédio sem síndico; álbum sem fotografias; fé sem obras; cristão sem visão.

Essa lista não é exaustiva, porém são exemplos de coisas e situações que não vivem ou mesmo coexistem uma sem a outra, sendo que às vezes, é verdade, até podemos encontrar, mas se constituem em anomalias que se distanciam da realidade.

No caso de nós cristãos, o que mais tem me chamado a atenção é o fato de encontrarmos tão grande número de cristãos sem visão, em geral são cristãos que até mostram suas presenças em nossos templos, mas que por falta de visão vivem tateando pelas paredes, de banco em banco, sem propósitos, sem projetos, sem missões, sem responsabilidades que os mantenham ocupados e, quando muito esses cristãos se caracterizam como “igrejeiros” ou “crentes bancários”, esses até possuem o seu lugar favorito, o seu banco de estimação e é bom que ninguém sente nele, senão vai ter um problema.

O texto supracitado nos diz que a partir de uma ação, a conversão, nasce um propósito: O serviço ao Deus vivo e verdadeiro.

No entanto, nesse ponto é que questiono: Deus precisa do meu serviço? Ele precisa do seu serviço? A resposta certamente é um enfático NÃO.

Então o que significa servir a Deus?

Logicamente vamos entender que o amor e o serviço dedicado sem nenhum interesse ao próximo é o que caracteriza verdadeiramente o amor e o serviço ao Deus vivo e verdadeiro.

O amor ao próximo é tão importante que Jesus fez questão de enfatizá-lo em sua passagem pela Terra. Em Mateus 25 vemos que, quando fazemos o bem às pessoas que estão à nossa volta, é como se estivéssemos servindo à Deus. Esse é um ensinamento muito importante que devemos carregar, já que é uma forma direta e clara de agradar ao Pai no nosso dia a dia.

Você pode amar e servir ao próximo em qualquer lugar que estiver. No trabalho, na rua, na igreja ou em sua família. 1 Pedro 4:10 diz: “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. ”

O amor de Deus pode ser manifesto em nós quando servimos uns aos outros em amor. Dessa forma, não apenas abençoamos outras pessoas, como glorificamos ao Pai em nossa vida, esse é o entendimento de Mateus 5:16 “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus. ”

Portanto, concluo que sim, há cristão sem visão, o que é uma anomalia, mas não é algo que seja incorrigível, haja vista que Ele, o SENHOR Nosso Deus é o Deus das oportunidades e da segunda chance, mesmo quando tentamos fugir do nosso chamado, Ele continua falando conosco, assim como fez com o incauto Jonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *