Como reduzir o prejuízo acadêmico dos filhos na pandemia

Betânia Thompson  »   julho 2021

Remindo o tempo…” – Efésios 5.16, ACF
O tempo é um presente de Deus que não se pode guardar para depois. Recebemos o mesmo tanto dele todos os dias e nunca iremos recuperar o que já passou. Por isso, não devemos ficar acomodados pensando que, porque está difícil, não se pode fazer nada para remediar.
Os noticiários estão cheios de estatísticas de quanto os alunos estão sendo prejudicados com as aulas remotas. Muitos pais, preocupados com o rendimento de seus filhos, tentam reorganizar suas rotinas para ajudá-los, enquanto escolas batalham para fazerem o seu melhor diante das circunstâncias atuais. Porém o tempo não rende da mesma forma que rendia nas aulas presenciais.

A professora começa sua aula online e passa os primeiros minutos repetindo a mesma coisa para todos que não ouviram porque entraram atrasados. Outro aluno não sabe onde está seu livro e sai pela casa para procurá-lo e quando retorna o professor precisa explicar novamente o conteúdo. O microfone de uma casa fica aberto e a sala virtual enche com os sons do ambiente, é tão barulhento que a criança não ouve o pedido para fechá-lo. Outro responde à pergunta do professor, mas esquece de ligar o microfone e o professor pergunta 3 ou 4 vezes até ouvir a resposta. Uma mãe resolve que é hora do lanche e leva seu filho à distração. Outro pai entra no meio para perguntar algo que não teve tempo de ler no grupo. O cachorro aparece na tela e todos ficam empolgados. A Internet de um cai e outro sem supervisão de casa resolve desligar sua câmara. Outra criança começa a contar uma história irrelevante à aula porque o único tempo que tem para falar com seus amigos é durante a aula. O professor encerra e olha para seu plano em desespero, novamente não conseguiu fazer nem metade do que foi programado e não sabe como irá conseguir terminar o livro.

Os pais poderiam continuar a lista, relatando suas lutas, mas lhes pergunto se estão acomodados com a circunstância ou lutando para “remir” o tempo?

Gostaria de dar algumas sugestões:
Primeiro, ajude seus filhos a manterem seus materiais organizados para que tudo fique de fácil acesso na hora da aula. Eles precisam saber o que se espera deles, ser elogiados ao fazerem bem e cobrados quando deixam a desejar.
Se possível, escolha o lugar onde seu filho assistirá a aula para evitar distrações. Caso não tenha como usar um ambiente quieto, forneça a ele fones de ouvido.
Faça o possível para ler os recados da escola, acompanhar as tarefas, e entregá-las no tempo solicitado. Mesmo que fora do horário da aula, acompanhe o que está sendo feito e comunique se tiverem dificuldades.
Esteja ciente que esta forma de ensino exige muito mais tempo dos professores quanto dos pais; com isso, é imprescindível que os pais acompanhem seus filhos em suas atividades, pois o professor não dispõe da mesma facilidade que tinha quando acompanhava o aluno em sala.
Certifique-se que seus filhos tenham tempo fora da aula para socializar.
Pensem em como ajudar os professores a protegerem o tempo da aula para que mais aprendizagem possa ocorrer. Através dessa parceria, pais e escola, podemos reduzir o prejuízo acadêmico causado pela pandemia.

__________________________________________________

Se desejar saber mais sobre educação fundamentada nos princípios da Bíblia, leia a nosso próximo artigo e acompanhe o que Deus está fazendo na área de material didático para escolas Cristocêntricas: fundamentocristao.com.br ou ligue para (62) 3954-0061.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *