Batistas da Fé

Redação JA  »  dezembro 2020

Uma história que está sendo vivida e escrita

Brandons – Santiagos – Hatchers – Bratchers

Inspirados nas notícias do trabalho que Eurico Nelson realizava na Amazônia uma igreja batista de Murray, no estado de Kentucky USA, enviou missionários para nossa região amazônica aqui no Brasil. Saindo de Nova York em 23 de outubro de 1923 com destino à Belém PA, patrocinado pelo grupo de Igrejas Batistas Amazon Valley Baptist Faith Mission, Joseph Franklin Brandon começou a trabalhar no oeste do Brasil em 1923. 

Depois de trabalhar alguns anos com Eurico Nelson, subiu o Rio Solimões até o Juruá, para uma cidade chamada Cruzeiro do Sul AC, onde chegou no dia 12 de outubro de 1926. Usando um barco por nome Peregrino, levou o Evangelho aos diversos ribeirinhos da região, tendo organizado 11 igrejas batistas no Brasil.

A primeira igreja organizada por ele foi em Cruzeiro do Sul AC, em 1929, a segunda em Japyni AC em 1931. Em seguida, Pr. Brandon fundou mais cinco novas igrejas, todas no estado do Amazonas: 1932, em Coari, 1934, em Esperança, e em Codajás, em 1935, em Boa Fé, e em Catuá. Todas essas cinco igrejas acabaram ligadas à Convenção, em 1939

Depois destas sete primeiras igrejas, Pr. Brandon voltou para o então território do Acre e fundou mais três igrejas: 1943 em Morapirango, em 1944, em Paraná e em 1946, em Amonho. A última igreja por ele organizada foi em Manaus AM, no dia 4 de julho de 1948. Além dessas 11 igrejas organizadas, Pr. Brandon chegou a ter até trinta pontos de pregação, que ele visitava em viagens para levar o evangelho.

Em 1949, Brandon voltou para os Estados Unidos acometido de uma lepra e foi se tratar no Hospital da Marinha, em Carville, Louisiana EUA. Sua missão o apoiou juntamente com sua esposa e duas filhas em Benton, Kentucky.

Um dos primeiros convertidos do trabalho em Cruzeiro do Sul foi o irmão Francisco Santiago que logo mostrou ter recebido de Deus o dom da palavra e o anseio pelo trabalho evangelístico. Demonstrou isso de uma maneira extraordinária quando viajou de Cruzeiro do Sul AC até Manaus AM, de canoa, remando 1.500 milhas. Neste percurso, parando em vários lugares e pregando a palavra, estabeleceu cinco igrejas. Chegando em Manaus organizou a Igreja Tabernáculo Batista no dia 4 julho de 1948.

Hatchers e Bratchers

Com o retorno do missionário J.F. Brandon aos EUA outros missionários vieram para a cidade de Manaus. O Pr. John A. Hatcher, no dia 9 de setembro de 1955, com a finalidade de fundar o Seminário Teológico Batista de Manaus onde atuou como Diretor e professor. Seu ministério era treinar pastores, a fim de fundar Igrejas no interior do Amazonas e nos bairros de Manaus. Além do seminário, ele fundou o Centro Educacional Batista das Américas, em março de 1961. Em 1965, assumiu o pastorado da Tabernáculo, onde atuou por 10 anos.

Alta M. Hatcher, sua esposa, chegou ao Brasil um mês depois da chegada do marido, acompanhada dos seus quatro filhos ainda pequenos sendo o caçula ainda de colo. O casal teve ainda uma filha que nasceu no nasceu no Brasil e lhe deram o nome de Katia Amazonas, em homenagem ao lugar em que seu pai escolheu para ser missionário. Juntamente com o Pr. Francisco Santiago, Hatcher organizou a Igreja Batista da Chapada, em 25 de setembro de 1960.

O próximo casal de missionários que chegou ao Amazonas, em julho de 1959, foi o Pr. Harold Folley Bratcher e sua esposa Hattie Marie Moore Bratcher. O casal tinha três filhos, Asa Marcos Bratcher, Stephen M. Bratcher, e Joel Bratcher. Esse terceiro morreu afogado no rio Amazonas, com a idade de seis anos durante uma viagem missionária.

Um fato interessante que despertou o interesse do Pr. Harold Bratcher em vir para o Brasil, foi a biografia do missionário Eurico Nelson, que ficou conhecido como “Apóstolo da Amazônia”. Curiosamente, sua biografia havia sido escrita pelo tio de Harold. L.M. Bratcher que também era missionário aqui no Brasil trabalhando no Rio de Janeiro. A biografia tinha um apelo feito por Eurico Nelson para que outros missionários também pudessem vir para essa região.

Como fruto do trabalho desses missionários muitas vidas foram salvas e muitas igrejas foram organizadas, tanto na capital, quanto no interior, formando a Organização Batista da Fé, hoje conhecida como Missão Brasileira Batista da Fé – MIBRAFÉ. Fundada em 21 de março de 1962, a MIBRAFÉ é uma Organização religiosa, com sede própria à Rua Itacoatiara, 720, no bairro da Cachoeirinha, Manaus AM.

Veja aqui o vídeo com os dados desta matéria:
https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=3487684434633216&id=100001750809535

E aqui as Igrejas e líderes que fazem parte da MIBRAFÉ:
https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1488016734731696&id=306914492841932&sfnsn=wiwspwa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *